Rui Patrício vai realizar diante do Rio Ave, no sábado, o jogo 400 de leão ao peito. O guarda-redes acredita ter reservado já «um lugar num cantinho do museu» do Sporting, falta conquistar um título.

«Sem dúvida alguma, falta o título de campeão nacional, mas acredito que ainda vou ser campeão nacional aqui. O mais importante é lutar todos os dias para melhorar, respeitar este clube ao máximo e para dar o meu melhor pelo clube», disse em declarações a A BOLA, antes de fazer marca histórica com a camisola verde e branca:

– Sem dúvida que é um momento fantástico, único. Dez anos e 400 jogos oficiais ao serviço do Sporting são um grande motivo de orgulho para mim, porque consigo esta marca pela equipa principal na casa onde cresci. É o alcançar de um sonho de criança e, por isso, é um grande motivo de orgulho.

«Fazendo 400 jogos, ainda para mais por fazer o percurso todo aqui no Sporting, sem dúvida que já tenho lugar lá num cantinho do museu. Mas o mais importante é dar o meu melhor ao serviço do clube», rematou.