Assim que soube dos incidentes na Academia, António Costa ligou a Joaquim Evangelista. Ao que o nosso jornal Record apurou, o líder do Governo fez questão de manifestar ao presidente do Sindicato dos Jogadores solidariedade e preocupação, ao mesmo tempo que quis saber como estavam os jogadores da Seleção que conheceu no Europeu de França, que Portugal venceu.

Os acontecimentos que abalaram o Sporting mexeram, de resto, com outros membros do executivo. O ministro da Educação, Tiago Brandão Rodrigues, também ligou ao dirigente que representa a associação sindical dos futebolistas, seguindo o exemplo de Costa.

O Governo repudiou os incidentes na Academia do Sporting, em Alcochete, que considerou atos de vandalismo e criminosos.

Numa declaração conjunta da secretária de Estado Adjunta e da Administração Interna, Isabel Oneto, e o secretário de Estado da Juventude e do Desporto, João Paulo Rebelo, o Governo confirmou a detenção de 21 presumivelmente envolvidos.