João Benedito é um dos sete candidatos à presidência do Sporting. O antigo guarda-redes de futsal do Sporting começou por afirmar que é um dos “filhos do clube”.

E não demorou até apontar críticas a outro dos candidatos na corrida à presidência: “José Maria Ricciardi quer fazer passar um clima de medo e de terror para os sócios e adeptos do Sporting, falando sistematicamente de uma dívida entre os 100 e os 120 milhões de euros.

Estes valores não são problemáticos, o problema é o que vem de trás – passivo de 400 milhões de euros do clube.

Milagre económico de Bruno de Carvalho? Deu o seu melhor, tentou reestruturar a dúvida, e sem dúvida que BdC fez coisas bem-feitas para o clube.

Existe uma campanha para assustar os sócios do Sporting relativamente à crise financeira do clube? Não sei se existe ou não, mas eu tenho feito um raio-X relativamente a essa situação. Os ordenados estão em dia, mas é certo que existem algumas dívidas para fornecedores e Estado. O Sporting não vai acabar por qualquer causa financeira. O Sporting tem três empréstimos a seu cargo.

Como espera recolher os 60 milhões de euros que necessita? Através dos empréstimos que o Sporting tem ativos e do empréstimo obrigacionista que vai lançar em novembro.

Competitividade nas modalidades? A aposta será vencer em todas as modalidades que nos propomos e as nossas equipas vão continuar a ser competitivas. Ouvir falar de modalidades auto-sustentadas faz-me recuar no tempo. O Sporting vale pelo seu todo e por termos referências em qualquer modalidade do clube. O Sporting entra para vencer em todas as modalidades.

Miguel Albuquerque decidiu apoiar a candidatura de Varandas: Não percebo como alguém (Frederico Varandas) decide envolver funcionários do Sporting nesta candidatura. Não aceito e não percebo que candidatos à presidência do Sporting envolvam funcionários do clube durante o período eleitoral. Estão a fazer mal ao clube, em detrimento de assuntos pessoais.

Atual Comissão de Gestão do Sporting, liderada por Sousa Cintra: É preciso ter apreço por quem decidiu apoiar o clube numa altura bastante crítica na vida do Sporting. Acredito que os negócios efetuados foram os melhores para o clube.

A liderança do clube também passa por um CEO? Passa por uma presidência executiva e nas áreas que não são desportivas vamos apostar em pessoas ligadas à componente financeira e patrimonial para gerirem o clube.

Sporting perder a maioria do capital na SAD? Nunca. O Sporting não pode perder a maioria do capital na SAD. Isso é ponte assente.

Treinador do Sporting? Peseiro é o meu treinador. Vendo o que se passou em Moreira de Cónegos e com a entrada de um jovem jogador, acredito que Peseiro tem de continuar. Para mim o técnico do Sporting tem de ser um treinador vencedor, que aposte na formação, e tenha bem assente as linhas pelas quais o Sporting se rege.

Os sócios do Sporting podem temer a sua juventude? Não sei onde é que isso pode ser questão. Já tivemos inúmeros casos de sucesso ‘jovem’ dentro do clube e acredito que uma pessoa com a experiência que tenho dentro de campo pode valer muito mais do que a idade que apresento no bilhete de identidade.

Verdade desportiva: Não aceitamos desviarmo-nos nem um milímeto em corroborar com parcerias que derivem para fora da vontade desportiva. Nós não queremos ser beneficiados por ninguém, por esse não é o nosso ADN, queremos é ser respeitados. Respeitem o mercado, respeitem o futebol português, respeitem o Sporting Clube de Portugal.