O Sporting dominou os campeonatos de Portugal de corta-mato, distância longa, obtendo os dois principais títulos coletivos e triunfando ainda em seniores masculinos com Rui Teixeira.

O Sporting já se apresentava com grande favoritismo aos títulos coletivos, até porque o Benfica não apresentava equipas completas, e confirmou-o totalmente, ao conseguir colocar todos os seus elementos pontuáveis (quatro) até ao quinto lugar em masculinos e sexto em femininos.

Rui Teixeira, que se sagrou bicampeão de corta-mato, deu o mote para a vitória; Licínio Pimentel chegou em segundo e Miguel Marques fechou o pódio em terceiro lugar. António Silva fechou a contagem para a classificação por equipas, alcançando o quinto lugar individual e dando, desta forma, o quarto título consecutivo ao Sporting CP.

Na vertente feminina o SCP foi também o vencedor por equipas, enquanto que a nível individual, Sara Catarina Ribeiro, que havia triunfado na edição do ano passado, ficou no segundo posto, seguida de Salomé Rocha e Sara Moreira, terceiro e quarto lugares respectivamente. Ana Mafalda Ferreira alcançou a sexta posição, o que permitiu à equipa do SCP totalizar 15 pontos, menos 28 do que o segundo classificado, o Recreio Desportivo de Águeda.

O dia de provas começou, no entanto, com a corrida do escalão de juvenis, onde as jovens atletas Leoninas alcançaram o primeiro lugar colectivo, ao fazer menos dezasseis pontos do que as segundas classificadas.

Posteriormente, foi a vez do escalão de juniores entrar em prova: Bárbara Neiva conseguiu o terceiro posto, enquanto que a sua equipa não foi além do segundo lugar. Por sua vez, a formação de juniores masculinos conseguiu um feito que há muito almejava, o primeiro lugar de equipas. Miguel Moreira e Martim Monteiro, que ficaram em segundo e terceiro lugares, deram o mote aos seus colegas Nuno Pereira e Rúben Amaral, que alcançaram a sexta e sétima posições, e desta forma, conquistaram o ouro em juniores masculinos, ultrapassando a equipa vice-campeã europeia da categoria.

Destaque ainda para o escalão de sub-23, onde Jorge Moreira e Cristiano Borges alcançaram o primeiro e segundo lugares e Rita Ribeiro ganhou o ouro.

Para além dos títulos coletivos em seniores, o Sporting triunfou em juniores masculinos (e poderá encontrar o Benfica na Taça dos Clubes Campeões Europeus) e juvenis femininos, enquanto o Maia triunfou em juniores femininos e o Benfica venceu em juvenis masculinos.