A aposta numa equipa feminina que seja candidata a ganhar a Taça dos Clubes Campeões Europeus é uma decisão firme por parte do presidente Bruno de Carvalho e a renovação do contrato com Jéssica Augusto, até 2021, enquadra-se nessa política.

A maratonista não está no Mundial por se ter lesionado a meio da temporada e o objetivo passa agora por preparar a próxima temporada com toda a tranquilidade.

Jéssica, que vai completar 36 anos a 8 de novembro, foi campeã nacional de estrada e de corta-mato ao serviço do Sporting, clube onde ingressou em 2015.

Paralelamente, os dirigentes leoninos não descuram a equipa masculina e está certa a continuidade do cabo-verdiano Jordin Andrade, de 25 anos, que competiu neste Campeonato do Mundo, sendo 6º nas eliminatórias dos 400 metros barreiras, com 50,32 segundos.