O médio Rodrigo Battaglia foi aposta, esta terça-feira, de Lionel Scaloni para o onze inicial da Argentina no amigável diante do Brasil e acabou mesmo por cumprir os 90 minutos.

Ao lado de Leando Paredes, o jogador dos leões concretizou o segundo jogo completo ao serviço do seu país, depois de também o ter feito contra a Colômbia, num amigável disputado no passado mês de setembro.

Já Marcos Acuña foi chamado apenas para os últimos 10 minutos da partida, entrando para o lugar de Tagliafico para ocupar a posição de lateral esquerdo.

A seleção brasileira chegou ao golo do triunfo apenas aos 90+3 minutos, recuperando assim o troféu que os argentinos venceram em 2017.