Bruno de Carvalho ameaça impugnar as eleições para a presidência do Sporting, agendadas para 8 de setembro e reitera a intenção de agendar uma assembleia-geral extraordinária como resposta àquilo que considera estar a ser um “bloqueio à candidatura” que encabeça.

Através de um “post” na rede social Facebook, o ex-presidente, destituído a 23 de junho e que foi alvo de suspensão de um ano, considera que o líder da Mesa da Assembleia Geral, Jaime Marta Soares, está a conduzir uma “inaceitável e lesiva indisciplina no processo eleitoral”, prevendo que a mesma acabe por “forçar a impugnação das próprias eleições”.

Nesse sentido, Bruno de Carvalho anuncia que o requerimento para a tal AG extraordinária foi entregue já esta quinta-feira.

Entretanto, Marta Soares remeteu para esta sexta-feira, pelas 11h, a receção e avaliação do requerimento para essa AG extraordinária com o objetivo de apreciar o levantamento da suspensão dos membros do anterior Conselho Diretivo.