Bruno de Carvalho, juntamente com outros acionistas, fez um pedido ao Sporting para a realização de uma Assembleia Geral. O ex-presidente enviou uma carta ao presidente da Mesa da Assembleia Geral da SAD do emblema leonino.

Em causa está a divulgação da auditoria e a forma como os dados foram conhecidos publicamente. Para além disso, a carta fala, também, segundo o jornal O Jogo, de uma “comunicação errática” de “informações sigilosas que colocam a Sporting SAD numa situação de enorme fragilidade”.

BdC e nomes como Alexandre Godinho, Fernando Carvalho e João Trindade pretendem ainda que sejam “analisados os casos recentes do clube e amnistia para todos os sócios suspensos involuntariamente ou expulsos.”

Bruno Mascarenhas já tinha solicitado uma Assembleia Geral, na última semana, à SAD do Sporting.