Carlos Mané

Carlos Mané é uma espécie de amuleto da sorte no Sporting. O jovem atacante dos leões apontou o golo que garantiu a conquista dos 3 pontos à equipa orientada por Marco Silva frente ao Nacional da Madeira e já são 6 os pontos ganhos pelos verdes e brancos com tentos assinados pelo internacional sub-21 esta temporada.

Na mesma semana em que apontou o golo que garantiu ao Sporting a vitória por 2×3 sobre o Vizela e o consequente apuramento para os quartos-de-final da Taça de Portugal, Carlos Mané voltou a mostrar-se oportuno na Choupana e marcou o único golo do encontro que terminou com o triunfo leonino por 0x1.

Assim, apesar de não ter sido o melhor em campo, Carlos Mané foi fundamental no regresso aos triunfos do Sporting para o campeonato, mas o cenário não é novo para o atleta. À segunda jornada, depois da igualdade a uma bola com a Académica no encontro inaugural da Liga, os leões receberam o Arouca e foi Mané, com um golo assinado no terceiro minuto de compensação, a garantir a vitória por 1×0 sobre os arouquenses.

De resto, Carlos Mané já soma mais golos esta temporada (cinco em 16 jogos) do que em toda a época passada (quatro em 20 jogos pela equipa principal) e tem a curiosidade de sempre que faturou o Sporting ganhou. Foi assim com o Arouca (1×0), Maribor (3×1), Boavista (1×3), Vizela (2×3) e Nacional da Madeira (0x1).