O Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol esclarece que “decidiu com celeridade” o recurso da suspensão de dois jogos aplicada a Ristovski, lateral-direito do Sporting, que afinal podia ter jogado no dérbi das meias-finais da Taça de Portugal, frente ao Benfica.

O macedónio foi expulso no empate Sporting, a uma bola, no Bonfim, frente ao Vitória de Setúbal, por palavras dirigida ao árbitro da partida, e foi suspenso por dois jogos. O castigo foi reduzido para um jogo de suspensão na quarta-feira, dia do jogo frente ao Benfica, para a Taça. Fonte do Conselho de Disciplina da explicou à Lusa que os leões avançaram com o recurso do castigo na segunda-feira, dia 4 de fevereiro, às 20h47.

De acordo com a agência, o Sporting pediu uma audição de testemunhas, que foi marcada para quarta-feira, às 9h30. Às 17h40 do mesmo dia, o Sporting foi notificado da redução do castigo, o que corresponde a três horas antes do apito inicial da partida frente ao Benfica, a contar para a primeira mão das meias-finais da Taça de Portugal.

Após a partida, que o Sporting perdeu por 2-1 no Estádio da Luz, o treinador dos leões, Marcel Keizer, lamentou o “timing” da decisão: “Três horas antes do jogo. Foi um pouco tarde.”