Resolvidos os dossiers relativos às saídas de Rui Patrício e de William Carvalho, o Sporting continua determinado em levar a bom porto as negociações com o Atlético Madrid, com vista a um encaixe financeiro por Gelson Martins, que também integrou o lote de nove jogadores que alegaram justa causa para rescindirem unilateralmente com o clube.

Nesse sentido, Frederico Varandas, que lidera o processo enquanto responsável máximo do emblema de Alvalade, estabeleceu como prazo para chegar a um acordo com os colchoneros o final do ano.

Apesar de as conversações entre os dois clubes, que passaram inclusivamente pela presença do presidente leonino na capital espanhola, o impasse tem persistido e até ao momento não houve fumo branco – o que significaria, segundo o último balanço das negociações, a entrada de 20 milhões de euros nos cofres verdes e brancos.

A última ronda negocial apontava para este montante mais um jogador do plantel rojiblanco. Caso seja esta a proposta que o Atl. Madrid faça chegar a Alvalade, a situação poderá ser finalmente desbloqueada até ao final do mês.

Este prazo definido pelo Sporting não está alheio à data que marca o início do mercado de transferências de inverno. Até porque é conhecida a intenção dos leões de se reforçarem em janeiro e uma compensação pela saída do extremo internacional português chegaria mesmo a tempo de o clube verde e branco poder contratar com alguma margem de manobra.