A imprensa nacional divulgou, esta quinta-feira, as cartas trocadas entre Bruno de Carvalho e Jorge Nuno Pinto da Costa, que resultaram no reatamento de relações entre os dois clubes.

O presidente do Sporting enviou a primeira carta na última sexta-feira, apontando a “urgência da pacificação do futebol português.” “A constatação de que Sporting e FC Porto partilham várias ideias e propostas estruturantes para promover a transparência, verdade e justiça desportiva e tendo em conta que esses interesses são mais importantes do que o acontecimento que motivou a suspensão das relações, apesar de a memória não apagar, podemos colocar isso em segundo plano e esclarecer em tempo oportuno, venho propor que retomemos as relações institucionais, em nome do superior interesse dos clubes e do desporto nacional”, pode ler-se, através da publicação divulgada por José Marinho, antigo jornalista.

Já Pinto da Costa agradeceu a carta endereçada, concordando com Bruno de Carvalho: “No quadro de urgência de pacificação e credibilização das competições desportivas nacionais, concordo que é tempo de se retomarem relações”, continuou.

“Proponho ainda que se criem todas as relações pessoais institucionais para que este início de convergência de pontos de vista se possa traduzir num abrangente trabalho em prol de mais transparência, justiça e verdade desportiva”, terminou.

Recorde-se que Sporting e FC Porto tinham cortado relações em 2013.