Fernando Tavares Pereira garante que a candidatura é para levar “até ao fim”. Com uma candidatura “diferente”, em entrevista à Bola Branca, o empresário defende que a sua experiência profissional o põe em melhores condições que os restantes candidatos.

Quando perguntado se ponderava juntar-se a alguma candidatura, Fernando Tavares Pereira, não hesita: “Nunca! A nossa candidatura é até ao fim”.

“Somos muito diferentes, as despesas são nossas. Não temos ninguém a apoiar-nos porque queremos ser livres. Queremos que os sócios saibam que estamos aqui para trabalhar corretamente, defender os interesses e ir até ao fim. Para daqui as uns anos, se ganharmos, as pessoas poderem dizer que valeu a pena”, continua o empresário.

O apoio e os restantes candidatos
Tavares Pereira considera ter candidatura diferente “sólida, de futuro e de muito trabalho”. Fala da sua experiência profissional como sendo uma mais valia em relação aos restantes candidatos, já que “sem tirar-lhes o mérito”, considera que o Sporting precisa de alguém que “tenha qualidades”.

“É muito importante que a empresa seja gerida por quem conhece. É difícil, porque julgo que as coisas têm de ser entregues a quem tem qualidades. Sem tirar mérito a cada um dos candidatos, cada um fez o seu percurso, estudou. Mas de facto é diferente a minha presença, à presença deles.”, afirma.

O candidato garante que apoio não lhe tem faltado e tem recebido, inclusivamente, “milhares” de chamadas telefónicas de apoio: “Fernando, avança. Conta connosco”.

Bruno de Carvalho não preocupa

A candidatura de Bruno de Carvalho “não é problema nenhum”, já que qualquer sócio se pode candidatar à presidência do Sporting, “um clube democrático”.

Fernando Tavares Pereira apresenta uma candidatura de trabalho “porque ao longo de 44 anos de empresário, é sempre trabalho que tenho tido à frente”, remata.