Stephen Eustáquio não ficou surpreendido com as notícias do alegado interesse do Sporting na sua contratação. O médio do Desportivo de Chaves assegura que está pronto para jogar num grande.

Em entrevista ao jornal “Record”, Eustáquio salienta que “nunca é uma surpresa” para um jogador ouvir falar do interesse de uma grande equipa quando trabalha para chegar “aos patamares mais altos do futebol”.

“Quero sentir essa pressão, o peso da camisola, e é algo para o qual estou preparado. É onde mereço estar e tenho-o provado. Não sei se ao chegar lá vou assumir na perfeição, mas acredito que este é o caminho. No Chaves estão a preparar-me muito bem para dar esse salto e da maneira que me tratam só tenho de corresponder dentro de campo”, afirma.

Apesar da felicidade pelo interesse do Sporting e de assumir que chegar a um grande sempre foi um objetivo, o médio mantém “muita humildade e os pés bem assentes na terra”, uma vez que “o que hoje é verdade amanhã é mentira”. Eustáquio tem contrato com o Chaves até 2022 e cláusula de rescisão de 15 milhões, mas não acredita, “sinceramente”, que isso seja um entrave às negociações com o Sporting.

A renovação foi um prémio, explica: “Com trabalho e a ajuda de toda a gente, consegui queimar etapas. Agora, estou a destacar-me pela positiva e a direção quis dar-me um prémio por aquilo que tenho feito.”

Stephen Eustáquio, que pode jogar como pivô defensivo ou “box-to-box” mas prefere o segundo, custou 500 mil euros ao Chaves, em janeiro de 2018, após apenas meia época a destacar-se no Leixões, na II Liga. Em Trás-os-Montes, agarrou rapidamente a titularidade. Mas reforça que não quer ficar por aqui e que está preparado para dar o salto:

“Pela rotina que levo diariamente no que toca a treino, descanso, suplementação, alimentação e estilo de vida, estou preparado. Sigo à risca o que um jogador profissional de futebol tem de fazer. Tudo isso vem com os comportamentos dentro de campo e eu tenho passado por uma fase boa. Posso dizer com certeza que estou preparado.”