Yannick Djaló

Yannick falou pela primeira vez sobre a sua saída do Sporting, em entrevista à Antena 1 e à RTP. O avançado critica a perseguição de que era alvo por parte dos adeptos leoninos e garante que nos tempos mais próximos não voltará a Alvalade.

“Não tinha margem para continuar… Não estou arrependido de ter saído, pois à mínima coisa era logo assobiado. As coisas não estavam a correr bem, a equipa não ganhava e a minha continuidade era má para a própria equipa”, refere.

O avançado diz que “está completamente fora de questão voltar ao Sporting nos tempos mais próximos”, frisando que saiu para ter “maior estabilidade”. Mas acrescentou que “nunca se sabe o que acontecerá um dia mais tarde”.

E haverá hipóteses de representar Benfica ou FC Porto?

“Não tive nada de concreto… (risos). Mas sendo um jogador livre, analisarei todas as propostas que tiver com a minha família. Se houve algo com o FC Porto? Que eu saiba não… não posso comentar nada disso (risos). Vamos analisar o que será melhor. Se digo que em Portugal só jogo no Sporting, como outros disseram? [por exemplo Miguel Veloso, o seu melhor amigo] Nem se justifica dizer isso…”, sublinhou

Elogios a Domingos Paciência

Ainda assim, Yannick deixa elogios ao Sporting e ao actual treinador.

“A única coisa que sei é que deixei lá muitos amigos, nomeadamente na direcção. É o meu clube do coração e tudo o que sou devo ao Sporting. Estou feliz que o clube tenha encontrado estabilidade, com ou sem o Yannick”, afirmou.

O avançado só tem coisas boas a dizer sobre Domingos Paciência.

“Tinha total confiança do treinador, a quem agradeço muito. Foi sempre uma pessoa fantástica para mim”, acrescentou.

De acordo com Yannick, o Sporting “sem dúvida que é candidato ao título e da maneira como estão a jogar e com a mentalidade que revelam, são uma verdadeira equipa grande”.

«Completamente fora de questão voltar, saí Sporting para ter maior estabilidade, nunca se sabe um dia mais tarde

Não tive nada de concreto, sendo um jogador livre, analiso todas as propostas com a minha família. FC Porto? Que eu saiba nao, não posso comentar nada disso. Vamos analisar o que será melhor. Outro grande? Não sei, verei o que será melhor, decisão da família. Só do Sporting? Nem se justifica dizer isso.»