FIGURA: BRUNO FERNANDES
Levou uma pancada fortíssima logo no início, pareceu afetado durante alguns minutos, mas partiu depois para mais uma exibição inspirada. Marcou de cabeça o segundo golo do Sporting, num voo corajoso, e fez o segundo na marcação irrepreensível de um livre direto. Sobreviveu no pior período da equipa durante o primeiro tempo e é, como escrevemos a meio da semana, um elemento de qualidade singular neste Sporting. Um patamar ou mais acima dos restantes.

MOMENTO: minuto 44, autogolo de Briseño
O Feirense mandava no jogo há vários minutos, tinha visto um golo a ser anulado a Marco Soares e encurralava o Sporting com cantos e livres. Contra a corrente do jogo, o Sporting fez o primeiro golo e mudou completamente o filme que restava na Feira. Wendel cabeceou, a bola desviou em Briseño e entrou.

RENAN
Momento maior? A defesa acrobática ao cabeceamento de João Silva, por volta dos 70 minutos. Manteve os leões no jogo na fase mais crítica e saiu da Feira com mais três ou quatro boas intervenções. No golo anulado ao Feirense teve sorte. A ação de Marco Soares não parece suficiente para ser considerada falta/obstrução.

CRISTIÁN BORJA
O Sporting parece ter acertado neste lateral esquerdo. Fez o cruzamento para o primeiro golo, esteve sempre seguro com a bola no pé esquerdo e ganhou a maior parte dos duelos com Valencia. Competitivo, agressivo e sempre concentrado.

FRANCISCO GERALDES
Registo para os primeiros 15 minutos na Liga, neste segundo ciclo no Sporting. Muita vontade e recuperações de bola, a jogar no lugar do insubstituível Bruno Fernandes.