O Sporting Clube de Portugal assinou contratos de formação com seis jogadoras de futebol entre os 14 e os 15 anos de idade.

Andreia Bravo, Iara Gonçalves, Catarina Mairos, Marta Galvão, Bruna Ramos e Maria Francisca Martins, jogadoras de futebol feminino do Sporting CP, oficializaram a ligação ao Clube com contratos de formação. A aposta Leonina no futebol feminino e nas respectivas camadas jovens é real e as atletas mostraram estar cientes disso mesmo.

“Evoluí muito desde que estou no Sporting CP. Tenho noção da responsabilidade que tenho após assinar o contrato de formação. É o Clube onde me sinto mais confortável, é o melhor. Quero chegar à equipa sénior. Para isso, tenho de continuar a lutar e nunca desistir do meu sonho”, disse Andreia Bravo, que normalmente actua no meio-campo, aos órgãos de comunicação do Sporting CP.

Iara Gonçalves, avançada das Leoas, assegurou que, no Sporting CP, tem “aprendido a ter mais confiança” em si própria e nas colegas, enquanto Maria Francisca Martins, elemento do meio-campo, admitiu que “é um orgulho jogar num Clube como o Sporting CP”.

“É um orgulho enorme representar este Clube que tem uma dimensão tão grande. Gosto muito da Ana Borges, tem muita disponibilidade para o jogo. Quero chegar à equipa principal do Sporting CP e à da selecção nacional. Vou continuar a trabalhar nesse sentido”, acrescentou Catarina Mairos. Bruna Ramos, um dos elementos mais recentes do plantel, também já assinou. “Sinto que tenho que dar o meu melhor, demonstrar que tenho valor e continuar a trabalhar como sempre trabalhei”, frisou.

Por fim, Marta Galvão falou da chegada ao Clube de Alvalade, da evolução e dos desejos para o futuro. “No início [da estadia do Sporting CP], foi mais difícil porque estava habituada a jogar com rapazes. Mas aprendi muito, agora tenho menos medo de ter a bola, o que é importante para uma defesa-central. Daqui a uns anos, gostava de jogar pela selecção e gostava de continuar a jogar no Sporting CP”, garantiu.