O Sporting ‘repetiu’ o filme da passada edição da final da Taça de Portugal e bateu o Sporting de Braga, para conquistar a Supertaça feminina de futebol.

As arsenalistas tiveram uma mão no troféu, fruto do golo da espanhola Pauleta aos 12 minutos de jogo, mas já depois dos 90 minutos, começou o ‘descalabro’.

Ana Capeta, que já tinha dado a Taça de Portugal às leões na passada temporada, com um golo no prolongamento, precisamente contra o Sporting de Braga, levou a partida a prolongamento, ao marcar já dois minutos depois dos 90.

Mas Ana Capeta não ficou por aqui. Aos 102 minutos marcou o golo da reviravolta e, aos 118, o da tranquilidade.

Confirma-se, assim, o domínio absoluto do Sporting no futebol feminino nacional. Nos últimos quatro meses, conquistaram um total de três troféus: o campeonato nacional, a Taça de Portugal e, agora, a Supertaça.