O Sporting venceu o primeiro jogo do playoff de apuramento do campeão nacional de futsal, por 3-1, mas Nuno Dias admitiu que a equipa leonina quebrou de rendimento depois de ter chegado aos 3-0 logo a abrir a segunda parte. Ainda assim, salientou que isso deveu-se principalmente à reação do Sp. Braga.

“A equipa não entrou mal na segunda parte, entrou e fez o 3-0. Depois, houve alguma reação de uma equipa que tem qualidade, não são uma equipa qualquer e chegaram a esta final com todo o mérito. Em alguns momentos do jogo não nos deixaram jogar bem. As equipas não conseguem jogar bem durante os 40 minutos. O Braga apresenta mais jogadores na Seleção Nacional portuguesa do que o Sporting”, começou por sublinhar o técnico leonino após o jogo desta noite, em Odivelas.

“Não teve a ver com desconcentração, mas sim com a qualidade do adversário. O facto de o Sporting ter atingido o limite de faltas obrigou-nos a ser menos pressionantes e obrigou-nos a baixar a linha. Obviamente que assim estamos mais propícios a que haja mais situações de perigo na nossa baliza. No cômputo geral, o resultado não deixa qualquer dúvida. Houve vários momentos em que poderíamos ter dilatado mais o marcador”, acrescentou.

Com o segundo jogo – numa final disputada à melhor de cinco encontros – agendado já para quarta-feira, Nuno Dias recusou-se a admitir que alguns jogadores ficaram a descansar. “Não poupei ninguém. Não podemos utilizar todos e, por opção, alguns jogadores não fizeram parte da ficha de jogo”, concluiu.