Regressar a Alvalade, passar por novo empréstimo ou sair a título definitivo? A temporada 2017/18 está prestes a terminar e ‘certeza’ é palavra que não entra no dicionário de Gelson Dala para a campanha que se avizinha.

O futuro do avançado de 21 anos está entregue às mãos de Jorge Jesus. O técnico leonino nunca escondeu ser um apreciador das suas qualidades, tendo mesmo afirmado, no passado mês de outubro, que acreditava que poderia “ser um jogador muito interessante para o futuro do Sporting”.

No entanto, a (muita) concorrência que enfrentava em Alvalade levou os responsáveis da estrutura verde e branca a cedê-lo ao Rio Ave em janeiro. Na frente de ataque, Bas Dost é titular indiscutível, com Seydou Doumbia imediatamente atrás. Já nas costas do ponta-de-lança, por lá rodaram Bruno Fernandes, Fredy Montero, Bryan Ruiz e Daniel Podence, que acabou por ver uma lesão arredá-lo de competição.

E será o desenvolvimento deste alargado lote de opções que ditará qual o próximo passo que se segue na carreira de Gelson Dala. De todos, apenas Daniel Podence – por razões óbvias – ainda não foi apontado à porta de saída.

Caso o setor mais adiantado do terreno sofra alterações significativas no verão, o avançado poderá ter oportunidade de agarrar um lugar nas opções de Jorge Jesus. Caso contrário, deverá dizer ‘adeus’ a Alvalade… seja temporariamente ou de vez.

Ainda que não esteja a ter uma temporada propriamente feliz – soma apenas 12 jogos, dos quais seis foram pela equipa B do Sporting, um pela equipa principal e outros cinco pelo Rio Ave – interessados é coisa que não falta a Gelson Dala.

O internacional angolano estreou-se sob as ordens de Miguel Cardoso nos quartos-de-final da Taça de Portugal e teve impacto imediato. Entrou aos 13 minutos do prolongamento e marcou o golo que levou o jogo para o desempate por grandes penalidades, onde a sorte acabou por sorrir ao Desportivo das Aves.

No entanto, a hipótese de permanecer em Vila do Conde por mais um ano está em cima da mesa, até porque lhe é reconhecido potencial para conseguir maior preponderância. O Vitória de Guimarães, a quem o Sporting emprestou Héldon e Mattheus Oliveira, também pretende a cedência do jogador.

Já no estrangeiro, é o mercado francês que se mostra mais atento ao jovem avançado. O Monaco, orientado pelo português Leonardo Jardim, já mostrou interesse em adquiri-lo a título definitivo, sabe o Desporto ao Minuto. O Nice, que deverá perder Mario Balotelli, também vê com bons olhos a contratação do avançado do Sporting, cuja cláusula de rescisão está fixada nos 60 milhões de euros.

Certo é que, neste momento, a intenção de Gelson Dala é só uma: jogar para poder continuar a evoluir e mostrar que não é por obra do acaso que lhe é reconhecido talento para se tornar num dos grandes jogadores do futebol angolano.