Bruno Fernandes analisa a temporada 2018/19 do Sporting, e destaca a irregularidade da equipa ao longo da temporada, que custou a luta pelo título de campeão.

“O melhor Sporting viu-se sempre a espaços, nunca com uma grande continuidade. Seis jogos a ganhar é bom, mas não chega para quem quer ser campeão. Temos noção que temos de fazer mais, temos de nos superar jogo após jogo”.

O goleador dos leões elogia Marcel Keizer, diz que o treinador não tem culpa pelos maus resultados, e analisa um difícil mês de janeiro: “Passa uma mensagem positiva o nosso treinador, dá-nos muita liberdade em campo. Tivemos um momento menos positivo, mas nada teve a ver com o treinador”.

“Perdemos em Guimarães, depois houve a pausa do Natal, empatámos com o Setúbal e perdemos em Tondela depois da Taça da Liga. Ficámos logo longe do primeiro lugar e isso colocou-nos ainda maior presão que o normal. Agora estamos novamnente num grande momento”, reconhece.

“Duas taças não é época negativa”

Bruno Fernandes fez o balanço da temporada. Caso conquiste a Taça de Portugal, frente ao FC Porto na final, o capitão dos leões acredita que se trata de uma temporada positiva:

“Se ganharmos a Taça de Portugal, mais a Taça da Liga e o terceiro lugar, não podemos dizer que foi negativa. Com duas taças, já é algo de positivo, apesar do terceiro posto. Queremos ser campeões, não conseguindo, queremos o segundo lugar para ir à Liga dos Campeões. Mas, se não conseguirmos isso, acho que as duas taças é o mínimo que se exige”, remata.