«Chegou o momento da despedida. É um momento de sensações ambíguas. Sinto a tristeza própria de dizer adeus, ou quem sabe até logo, ao Barcelona. Esta cidade e este clube que tanto me deram durante estes anos, onde cheguei como criança e de onde saio para continuar a perseguir o sonho que me trouxe desde Tenerife: triunfar no mundo do futebol. Vou agradecido a todos os elementos da entidade e a todas e cada uma das pessoas que fazem parte deste grande clube. De verdade, a cada um deles, e naturalmente aos meus companheiros e aos adeptos, muito obrigado. Levo para Lisboa mil e uma recordações, mil e uma brincadeiras, mil e uma alegrias… e também as duras experiências que vivi mas que, sem dúvida, serviram para me tornar mais forte.

Com o FC Barcelona estreei-me na Liga dos Campeões, na primeira divisão e na Taça do Rei; subi com a filial à segunda divisão B, ganhamos todos os títulos e fiz parte da que para muitos é a melhor equipa da história do futebol. Eu também penso assim. Por tudo, não posso sentir outra coisa que não um tremendo orgulho depois de ter defendido, com máximo empenho, esta camisola. Por isso gostaria de ter jogado mais minutos, de ter marcado mais golos, ter feito mais assistências. Em definitivo, dar mais ao FC Barcelona. Mas não deu. Vou triste, mas sem rancores, e com muita ilusão, consciente de que cada dia tentei dar tudo o que tinha por esta instituição.

Deixo para trás o FC Barcelona e dou as boas-vindas, de todo o coração, ao Sporting Clube de Portugal. Sei que o lema da minha nova equipa é: esforço, dedicação, devoção e glória, e a partir de hoje darei tudo de mim para transformar em realidade cada uma destas palavras. Vou para onde demonstraram mais interesse na minha contratação, onde me transmitiram mais carinho e onde sei que posso ajudar a fazer grandes coisas. Comprometo-me a dar o máximo de mim para devolver toda a confiança. Espero dar felicidade à minha nova afición. O Sporting é o meu próximo destino e o futebol continua a ser a minha grande paixão.

Visca el Barça! E viva o Sporting Clube de Portugal!»

Fonte: zerozero