Esta sexta-feira, Marcel Keizer fez a antevisão à partida com o FC Porto, marcada para amanhã, sábado, a contar para a 17.ª jornada do campeonato nacional. O treinador do Sporting confirmou o regresso de Bas Dost à convocatória e a ausência de Montero, devido a lesão.

Jogo pode ser decisivo? Apoio dos adeptos: Os adeptos claro que não vão ajudar e por isso mesmo, é importante o seu apoio. O resultado deste jogo não é decisivo mas precisamos da vitória e é isso mesmo que se espera do jogo.

Bas Dost. Montero está disponível? Claro que é sempre bom ter os jogadores disponíveis. O Bas Dost está de regresso e isso é bom. Montero não vai poder jogar amanhã e por isso não será convocado.

Jogo mais importante do campeonato? É um jogo muito importante contra uma grande equipa. É importante mas não é decisivo para o campeonato.

Como tem sido a preparação. Luiz Phellype? Vai ser o primeiro grande jogo e estou muito entusiasmado. Luiz Phellype está a trabalhar bem mas não vou adiantar quem será convocado.

FC Porto é a equipa mais forte neste momento? Têm uma grande distância para nós e estão a fazer uma grande época. Mas amanhã vamos fazer o nosso jogo e tentar ganhar os três pontos. Todos os jogos são importantes, mas para as equipas que lutam pelo campeonato tudo pode acontecer. Neste momento, o FC Porto é o clube que está em primeiro.

Futebol de muita pressão mas que não tem resultado nos últimos jogos: A pressão alta no futebol também está relacionada com a qualidade de passe, se não existir não se pode jogar com pressão alta. É uma forma complicada de se jogar mas é positiva para a equipa. Tenho dado tempo aos jogadores para se adaptarem.

Problema defensivo? Obviamente que prefiro não sofrer golos, mas o futebol é um desporto em que se ganha a partir do momento em que se marca mais do que os golos que se sofre.

Mercado de transferências: Não posso falar sobre isso, neste momento. Esta é a equipa que tenho e é a equipa com a qual vou trabalhar.

Jogo com o Tondela. Ficou arrependido por não ter convocado Luiz Phellype? Não estou arrependido, apesar de perceber a pergunta. Estava Montero e começou com Diaby na frente. A equipa conseguiu-se movimentar bem na frente de ataque. Tentei subir os defesas centrais para dar mais poderio ao ataque. Tentámos de tudo para conquistar os três pontos.

Não comenta arbitragem: Vou tentar manter essa postura. Não prometo nada. Mas o mais importante é que o Sporting, com 11 jogadores de início e sete atletas no banco, vai tentar sempre fazer o melhor. Espero também que o árbitros façam o seu melhor. No entanto, todos cometemos erros.