O jornal ‘A Bola’ escreve esta segunda-feira que o Sporting, nomeadamente o presidente Frederico Varandas, está a analisar um aumento salarial para o médio de 24 anos, caso este fique em Alvalade.

A positiva prestação de Bruno Fernandes na temporada passada tem despertado muita curiosidade em grandes clubes, como Manchester United, Tottenham e Liverpool, que já terão reunido com os responsáveis do médio para apresentar propostas pelo jogador.

O Sporting tem consciência que segurar Bruno Fernandes em Alvalade é tarefa difícil, mas em caso de terem sucesso nessa tarefa, os leões pretendem premiar o internacional português.

Atualmente, Bruno Fernandes tem contrato com o Sporting até 2023 e aufere um salário anual de cerca de 2,6 milhões de euros. O objetivo dos leões é aumentar o vínculo com o médio até 2024 e ‘disparar’ o salário do ‘canhão da Maia’ para que este se torne o jogador mais bem pago do clube – neste momento é Bas Dost, que recebe cerca de 3,9 milhões de euros por ano.

Outro dos parâmetros que os leões querem corrigir é a cláusula de rescisão de Bruno Fernandes. Quando voltou ao Sporting pelas mãos de José Sousa Cintra, depois de ter rescindido contrato na sequência dos ataques à Academia, o médio assinou um contrato com uma cláusula que obriga o Sporting a pagar 5 milhões de euros ao jogador se recusar uma proposta de 35 milhões de euros.

Os leões só aceitam vender o médio português por valores acima dos 70 milhões de euros e não pretendem negociar o passe de Bruno Fernandes em números abaixo desse, nem ser penalizados caso recusem uma proposta inferior.