Wendel tem paragem de dois meses pela frente e se a administração já se preparava para tentar resgatar Adrien ao Leicester, mais sente agora a necessidade de avançar nesse dossier, pelo que vai tentar receber o internacional português por empréstimo.

Numa primeira abordagem vai perguntar pelas condições, junto do jogador e do clube da Premier League, sabendo que as perspetivas são difíceis… mas não impossíveis.

Conforme pode ler esta terça-feira em A BOLA, as condições terão de ser especiais, nomeadamente na repartição do salário, pois o que aufere em Inglaterra é incomportável para o Sporting.

Difícil, mas não impossível. Pelo menos os foxes aceitam conversar com Frederico Varandas, algo que nunca fariam com Bruno de Carvalho, tal o mal estar que ficou com o presidente destituído, na sequência das negociações que se atrasaram e obrigaram Adrien a esperar seis meses até 2018 e poder ser inscrito.

Há esperança em Alvalade.