O Sporting confirma que foram 10 os jogadores a deixar Alvalade no mercado de inverno, mas só entraram 4,5 milhões de euros.

Em comunicado, os leões adiantam que três jogadores tiveram vendas a dinheiro: Marcelo rendeu 500 mil dólares (440 mil euros), Tiago Djaló saiu por 500 mil euros para o Milan e Demiral rendeu 3,5 milhões de euros na saída para o Alanyaspor.

Os outros sete atletas saíram a “custo zero”, poupando o clube de Alvalade em salários: Bruno César, Kouyaté, Euclides Cabral, Fokobo, Montero, Nani e Castaignos.

O relatório da Sporting SAD confirma ainda que o guarda-redes Renan é leão até 2023. Custou um milhão de euros.

Em relação a compras, os verde e brancos gastaram 3,8 milhões de euros por Idrissa Doumbia, 3,1 milhões em Borja, 2,4 milhões de euros em Tiago Ilori, 1,075 em metade do passe de Gonzalo Plata e 500 mil euros por Matheus Nunes e Luiz Phellype.

Clique AQUI para ler o comunicado na integra.