O Sporting pontuou em Londres, na visita ao Arsenal, na partida da quarta jornada do Grupo E da Liga Europa. Foram 90 minutos a sofrer até ao apito final. Os leões aguentaram tudo e não chegaram a criar uma oportunidade de perigo.

Numa partida em que a equipa de Alvalade reconheceu o poderio ao adversário, foi o Arsenal quem controlou, mas não conseguiu desenvolver o carrossel de futebol ofensivo que se costuma assistir.

Na primeira parte valeu Coates a tirar o golo a Welbeck, aos 17 minutos, mesmo em cima da linha. E na segunda, logo a abrir, Renan pode agradecer à barra, que afastou o tiro de Aubameyang. O internacional gabonês viria, aos 59 minutos, a atirar às malhas laterais, fazendo as bancadas do lado oposto gritar golo.

Já nos últimos 10 minutos, dentro da área, Mikhtaryan não colocou força suficiente no remate e Renan afastou o perigo. E bem perto do apito final, Mathieu derrubou Aubameyang, que seguia isolado, e acabou expulso, elevando o sufoco verde e branco para níveis difíceis de suportar.

Ainda assim, os leões aguentaram as investidas contrárias e, a espaços, tentavam assustar os rivais. Com este ponto, num campo tão difícil, o Sporting mantém-se na luta pelo apuramento para os 16 avos-de-final da Liga Europa.

Desta forma, os leões somam 7 pontos e estão na 2.ª posição do Grupo E da Liga Europa, atrás precisamente do Arsenal, que tem agora 10 e está apurado para os 16avos de final. Qarabag e Vorskla Poltava completam o grupo, ambos com três pontos.