Pedro Madeira Rodrigues reconhece competência a Frederico Varandas como médico e assume que “não hesitava em tê-lo no corpo clínico do Sporting”. Já na luta pela liderança do clube, o candidato reforça que é a “pessoa melhor preparada” para suceder a Bruno de Carvalho.

Na apresentação da estrutura que montou para governar o futebol, Madeira Rodrigues sublinhou a esperança de que seja uma campanha “elevada”. O candidato não revelou o nome dos adjuntos que tem “apalavrados” para acompanhar Claudio Ranieri, sua escolha para treinador principal.

Esclareceu, contudo, que um deles será “um grande sportinguista e com experiência no futebol português”. As eleições no Sporting estão marcadas para 8 de setembro.