Marcel Keizer terá sucesso no Sporting, caso lhe seja dado tempo para isso. A opinião, expressada em entrevista a Bola Branca, é do luso-caboverdiano David Nascimento, que fez carreira na Holanda como jogador e, atualmente, como treinador.

O Sporting de Keizer soma por vitórias os jogos disputados sob o comando do holândes. O treinador holandês começa a sua aventura em Portugal com êxito e “terá sucesso se tiver tempo”, segundo David Nascimento. Em declarações a Bola Branca, o técnico do FC Eindhoven assegura que Keizer “vai encaixar bem” no futebol português.

Essa crença assenta no facto de Keizer ter à sua disposição um plantel com jogadores portugueses que, além de serem “criativos”, marcam a diferença em relação aos jogadores holandeses pela forma como se entregam ao jogo, dando o melhor e a “todo o custo”.

O novo treinador dos leões mantém o princípio holandês de “jogar bom futebol”, mas sem perder a noção de como é “importante ganhar”.

Manter uma boa relação com os jogadores é um princípio básico no futebol da Holanda. Nascimento acentua que a opinião do futebolista é relevante e que a interação entre ambos é determinante no plano de jogo, sem esquecer as hierarquias. “O treinador holandês integra os jogadores no seu plano e tenta sempre estar ao nível do jogador”, explica.

A forma de preparar os desafios tem, ainda, outra forma de estar muito própria do futebol holandês, seja qual for o peso do adversário. Diz Nascimento que primeiro está a “força da própria equipa”.

Nascimento revela o que os adeptos do Sporting passarão a ver a equipa a fazer: “É construir atrás e tentar ter um homem a mais no meio-campo. Toda a gente está disponível e apta a receber a bola. Não há ninguém que se esconda.”