Luís Maximiano vai ser a sombra de Renan em 2019/2020. A saída de Salin, confirmada ontem, através do comunicado de rescisão do contrato e posterior oficialização no Rennes, de França, até 2021, confirma o plano que a SAD, em consonância com Marcel Keizer, havia traçado para a baliza do leão.

Com Renan como número 1, a nova alternativa direta ao guardião brasileiro de 29 anos será um jovem, tal como Keizer pretendia. Mas não um jovem qualquer.

Luís Maximiano é há muito apontado como a grande promessa da Academia em termos de guarda-redes, olhado por muitos como o digno sucessor de Rui Patrício nesse particular, mas até agora sempre tapado por outras opções.

A espera, contudo, terminou. Ao que A BOLA apurou, a saída de Salin não será colmatada com a contratação de nenhum guarda-redes mas sim com a promoção, em definitivo, de Luís Maximiano ao plantel principal, como segundo guarda-redes na hierarquia.