O Sporting está muito próximo de garantir o regresso a Alvalade de Miguel Quaresma e Raul José. Os ainda adjuntos de Jorge Jesus no Al Hilal deverão fazer parte da estrutura de futebol dos leões já a partir de janeiro.

Os contactos têm vindo a intensificar-se nas últimas semanas e, nesta altura, segundo Record apurou, o acordo está apalavrado e preso apenas por questões de natureza fiscal, já que o Al Hilal não colocará obstáculos à saída.

O principal, se não único, impedimento está relacionado com o facto de os dois treinadores terem de completar um mínimo de seis meses de descontos no estrangeiro, no sentido de evitarem dupla tributação, em Portugal e na Arábia Saudita. Não fosse este ‘pormenor’ e o regresso da dupla ao Sporting poderia, até, já estar consumado. O próprio Jorge Jesus está a par das conversas.

Apesar de trabalhar há muitos anos com Raul José (2004/05, Moreirense) e com Miguel Quaresma (2006/07, Belenenses), JJ mostrase compreensivo perante a oportunidade de ambos iniciarem uma nova etapa nas respetivas carreiras, em cargos para os quais Frederico Varandas entende que têm o perfil indicado. Quer pela vasta experiência profissional, quer pelo conhecimento adquirido na passagem recente pelo Sporting, quer também pela ‘marca’ da longa parceria com Jesus.

Miguel Quaresma, de 64 anos, é o escolhido pelo presidente para a direção da formação, um cargo estratégico de responsabilidade máxima, pois o futebol jovem, no Sporting, voltará a estar no topo das prioridades. Como adjunto, Quaresma ocupa(va)-se do treino defensivo, sendo conhecido pela presença carismática junto dos jogadores, pela capacidade na área da observação e por uma análise ao futebol na linha da escola… holandesa, de Marcel Keizer.

Já Raul José, de 55 anos e braço-direito de JJ há 14, vocacionado para o treino ofensivo, ficará com a pasta do scouting, outro pelouro de enorme importância, no qual Varandas sente que o Sporting tem de recuperar o terreno perdido para os rivais, desde logo, alargando a rede de recrutamento.
O projeto de Frederico Varandas começa a ganhar… rosto(s).