Nani foi apresentado, esta quarta-feira, como novo reforço do Sporting. Em conferência de imprensa, em Alvalade, o internacional português assumiu que a escolha de voltar ao clube que o formou foi emocional.

“A minha vinda para o Sporting foi uma decisão pessoal, pelos sentimentos. Era importante para mim voltar a Portugal, voltar a casa e sentir-me acarinhado pelas pessoas. Por isso estou aqui hoje, de corpo e alma e disposto a lutar por este clube para ajudar a conquistar os objetivos”, declarou o extremo, de 31 anos, que acrescentou que “é sempre bom voltar a casa”, onde “tudo é possível” se houver coesão.

Em comunicado oficial à CMVM, que o presidente interino da SAD leonina, Sousa Cintra, corroborou, os verde e brancos revelaram que Nani assinou contrato por dois anos, a custo zero, e a desvinculação do Valência não requereu quaisquer encargos financeiros ao Sporting.

Nani assegurou que o regresso a casa não se concretizou por falta de interesse alheio: “Tive muitas propostas, algumas aliciantes. Preferi o Sporting por uma questão de orgulho e de palavra para mim mesmo e estou muito feliz. O que conta é aquilo que eu sinto e aquilo que eu quero e estou muito feliz por estar aqui a representar o Sporting”.

O avançado apostou na construção de um grupo “forte, dedicado e ciente das suas capacidades e dos seus objetivos”, para dar “boa resposta dentro de campo”. O que aconteceu no passado, nomeadamente as agressões em Alcochete, é passado para Nani. “Temos de nos focar no que de bom o clube pode fazer daqui em diante. O clube passou por uma fase complicada mas estamos aqui para dar a volta”, frisou.

Em Alvalade, Nani reencontra José Peseiro, treinador que o lançou para a ribalta: “É sempre bom voltar a treinar com um treinador que faz parte da tua história. Peseiro lançou-me na I Liga portuguesa e estou muito satisfeito e muito orgulhoso por poder voltar a trabalhar com ele”.

Nani tinha contrato com Valência até 2019, apesar de não fazer parte dos planos do clube desde a temporada passada. O avançado esteve cedido à Lazio, na última época, e realizou 25 jogos e marcou três golos.

O extremo volta ao Sporting à procura de relançar a carreira.