Bruno Fernandes garante que não há qualquer preferência no plantel em relação ao futuro no que diz respeito ao comando técnico do Sporting. Nesta altura, cabe seguir as instruções de Tiago Fernandes.

Questionado sobre a chegada iminente do holandês Marcel Keizer, que rescindiu contrato esta terça-feira com o Al-Jazira, ficando livre para ser o novo treinador dos leões, Bruno Fernandes referiu:

«Nesta altura temos o mister Tiago e não sabemos se vai continuar. Não nos foi dito nada. Os jogadores não têm preferências, quem deve escolher isso é o presidente e o clube. Nesta altura resta-nos seguir as instruções do mister Tiago.»

O jogador falava na antevisão ao jogo com o Arsenal, para o qual deixou a ‘receita’:

«Ter atitude e ambição de ganhar. Não nos podemos esconder do jogo por ser o Arsenal. Sabemos que ao representar um clube como o Sporting temos de entrar em qualquer jogo para ganhar.»

Em termos pessoais, Bruno Fernandes chegou a reconhecer nas redes sociais não estar a ter bom rendimento neste início de temporada, mas o jogador explicou que «foi um desabafo feito momento de frustração, após uma derrota». «No ano passado era uma novidade em Portugal e comecei a época a fazer golos. Sei que tenho de melhorar, mas todos nós temos sempre de melhorar, por isso prefiro acabar a época bem e, se possível, com títulos.»