Declarações após o encontro entre Sporting e Dina Moscovo, da terceira e última jornada do grupo B da Ronda de Elite da UEFA Futsal Cup, que os leões venceram por 4-0:

Nuno Dias (treinador do Sporting): “Só tenho a agradecer o facto de os adeptos terem comparecido e terem correspondido ao nosso apelo, num jogo que pouco contava em termos de resultado. Tudo já estava decidido.

Os meus jogadores foram extraordinários, muito empenhados, pressionantes, a movimentar, a finalizar, num jogo que pouco contava. Falhámos algumas ocasiões, mas em todos os jogos vamos sempre criar muitas oportunidades e não vamos finalizar todas como pretendemos. Dominámos todos os momentos do jogo e só tenho de estar satisfeito.

Não houve qualquer gestão em termos de cinco inicial. Deu para rodar toda a gente e para manter a intensidade. Era importante ter um ritmo alto e não deixar ninguém poupar-se. A única poupança que houve hoje foi o João Matos, porque tem sido o jogador mais utilizado aqui e na seleção, tem muitos minutos. Além de que levou um amarelo na segunda parte e não poderíamos arriscar ficar sem ele na meia-final.

[Favoritos para a final-four] O Sporting é vice-campeão da Europa, bicampeão nacional e tem de assumir o favoritismo em todos os jogos em que entra. Vai depender de muitas situações, do local da prova, porque o fator casa é extremamente importante, do sorteio e do momento da época. Agora estamos a viver um excelente momento, mas em abril não sei como estaremos. Ainda falta muito. Vai ser uma ‘final four’ com muita qualidade.

[Bruno de Carvalho] Deu-me os parabéns, sobretudo pela atitude que os jogadores tiveram, num jogo que já não decidia nada. Os jogadores foram de uma entrega fantástica. Deixa-me contente ver este reconhecimento por parte do presidente, mas fico muito orgulhoso por liderar este grupo de jogadores com um caráter fantástico.”