Paulo Oliveira aconselha os responsáveis do Sporting a prestarem atenção particular a alguns jogadores do Villarreal, no embate da Liga Europa.

O antigo central dos leões, agora a jogar nos espanhóis do Eibar, crê que o Sporting é mais coletivamente, mas o Villarreal “tem algumas individualidades que a qualquer momento podem fazer a diferença”, como Santi Cazorla e Gerard Moreno.

Nesta entrevista à Renascença, Paulo Oliveira diz esperar um “jogo controlado” dos leões, sem permitir “surpresas”. O defesa espera que a equipa de Marcel Keizer assuma o favoritismo, no jogo da 1ª mão, em Alvalade, e que possa viajar ao terreno do seu opositor “com uma vantagem confortável”, porque, lembra, em Villareal os espanhóis “têm mais poder”.

Os leões terão pela frente uma equipa que “não atravessa um bom momento” no campeonato, ocupa a penúltima posição, mas na Liga Europa “estão a fazer uma excelente campanha”.