Portimonense, então último na tabela, recebeu e surpreendeu o Sporting. O conjunto algarvio conseguiu uma vantagem de dois golos durante a primeira metade, graças a Manafá (30’) e Nakajima (44’) e, na segunda metade, não ficou apenas a gerir a vantagem.

Ainda assim, na segunda parte, foi Fredy Montero a mexer no marcador, após fazer o primeiro golo do leão ao minuto 63. Se o Sporting acreditava na remontada, tal como havia acontecido na sexta-feira, no jogo da Liga Europa, o Portimonense fazia de tudo para travar o leão.

De tal forma, que a formação do Algarve voltou mesmo a marcar: Nakajima, a figura do encontro da formação da casa, apontou o terceiro do Portimonense e complicou ainda mais a tarefa do emblema de Alvalade. O Sporting não deixou de acreditar e ainda voltou a reduzir, por Coates, a dois minutos do tempo regulamentar. Se os adeptos sportinguistas ainda tinham esperança de pelo menos conseguir a igualdade, João Carlos terminou com elas. Já em tempo de compensação selou o resultado final em 4-2.

Os comandados de José Peseiro, que tinham perdido, na Pedreira, na 5.ª jornada da prova, sofreram, desta forma, a 2.ª derrota e, além disso, desperdiçaram a oportunidade de ultrapassar o FC Porto. Com este resultado, o emblema de Alvalade fica em quinto lugar com 13 pontos, menos um que o Rio Ave, atual quinto classificado.

Vem aí uma paragem de duas semanas para os compromissos internacionais, por isso o Sporting CP só volta a entrar em acção no Campeonato Nacional a 28 de Outubro (domingo, 20h), contra o Boavista, no Estádio José Alvalade.