A partida do próximo sábado entre Chaves e Sporting, referente à Primeira Liga, está a gerar grande demanda mas também muita polémica, devido a discrepâncias nos preços dos bilhetes referentes à bancada do Sporting.

Indica o jornal O Jogo que os bilhetes em questão apresentam diferenças de preço consoante o local de compra: Chaves ou Lisboa. Caso sejam comprados na cidade transmontana custam 25 euros, enquanto na capital são vendidos por 13 euros. Esta discrepância está a gerar grande revolta entre os adeptos sportinguistas da cidade de Chaves.

Óscar Santos, administrador da SAD do Desportivo de Chaves, falou ao jornal A Bola a respeito da situação da discrepância entre os preços dos bilhetes comprados em Chaves ou Lisboa para o jogo Chaves-Sporting.

“O que que aconteceu é que o Sporting teve 15 dias para pedir cinco por cento da lotação, a 13 euros. Não o fez em tempo útil e na segunda-feira colocámos à venda no nosso estádio os bilhetes ao preço estipulado por lei, 25 euros”, explicou.

“Posteriormente, o Sporting contactou-nos sobre a possibilidade de cedermos, mesmo fora do tempo, os 5 por cento da lotação, a preço de 13 euros. Como somos gente de bom coração, que gosta de receber bem e ter boas relações com todos os clubes, aceitámos o pedido. Não há por isso qualquer polémica, há, sim, boa vontade do Chaves”, prosseguiu Óscar Santos.