Zakaria Labyad tornou-se no primeiro reforço leonino para a próxima época. Assinou por cinco anos, tem uma cláusula de rescisão de 50 milhões de euros e chega a custo zero a Alvalade, um facto que o PSV Eindhoven recusa dar como certo.

No Philips Stadium continua a reclamar-se o direito a receber mais do que aquilo a que os leões estão obrigados por lei. Os holandeses serão sempre compensados pelos direitos de formação, mas o director-desportivo do PSV exige mais.

Ao que Record apurou, Marcel Brands continua a trabalhar para ver o clube ressarcido.