Raphinha foi outro dos jogadores que deixaram Portimão com problemas. O extremo brasileiro foi substituído ao intervalo, no que parecia ser uma opção de José Peseiro, mas a verdade é que o jogador apresentou mialgias num adutor, tal como revelou o clube no final do encontro.

Por isso, ontem, o extremo não fez qualquer tipo de trabalho no relvado e ficou entregue ao departamento médico dos leões. Uma mialgia é, no fundo, uma dor muscular e a perspetiva é de que Raphinha esteja apto brevemente. Deve ser mesmo uma questão de dias.

À partida, a sua presença na Taça de Portugal, a 21 de outubro, não está em causa. O brasileiro irá aproveitar a paragem para as seleções para recuperar.