O Sporting deslocou-se esta segunda-feira até Vila do Conde para medir forças com o Rio Ave e somou mais um triunfo. Depois dos 10 golos marcados nos anteriores dois encontros, contra apenas dois sofridos, o leão entrou de novo em campo com fome de marcar. E assim foi.

Aos oito minutos, Bruno Fernandes colocava o plantel leonino em vantagem após rematar cruzado sem hipótese para as redes da baliza à guarda de Leo Jardim.

O Sporting voltava assim a dar indícios de mais um jogo promissor, mas o conjunto vila-condense não permitiu que o leão sentenciasse a partida, pelo menos não tão cedo. Quatro minutos depois de o Sporting ter inaugurado o marcador, João Schmidt fez o empate após remate colocado na cobrança de um livre.

A igualdade não se manteria, porém, muito mais tempo. Bas Dost voltaria a colocar o conjunto verde-e-branco em vantagem ao minuto 23, permitindo aos ‘leões’ saírem para o intervalo em vantagem.

Depois do golo do holandês, o 2-1 no marcador manteve-se inalterado até faltarem cerca de quinze minutos para o fim do tempo regulamentar. Foi precisamente por essa altura que surgiu a obra de arte de Jovane Cabral. Numa jogada em que o Sporting procurava espaço para entrar na área adversária, Bruno Fernandes, no centro, deixou a bola para a direita, onde estava o jovem avançado, que rematou com o pé esquerdo para o ângulo da baliza adversária.

Com esta vitória, o Sporting de Marcel Keizer recupra o 2.º lugar na tabela, com 25 pontos, a dois do líder FC Porto e com mais um que o SC Braga, que fecha o pódio.