Rui Patrício continua a ser apontado, pela imprensa italiana, como o favorito do Nápoles para a sucessão a Pepe Reina, veterano guarda-redes espanhol cujo contrato termina no final da presente temporada.

Segundo o jornal italiano Quotidiano, a má relação do ex-Liverpool com o presidente Aurelio de Laurentiis deverá impossibilitar a renovação, o que levou os responsáveis do clube a montar uma extensa lista de nomes, onde o guardião do Sporting é cabeça de série.

Gerónimo Rulli, da Real Sociedad, também está referenciado, mas o facto de continuar na lista de desejos de Pep Guardiola para o Manchester City levam o conjunto italiano a recuar.

Mattia Perin, do Génova, e Bernd Leno, do Bayer Leverkusen, são outros dos nomes em cima da mesa. No entanto, a instável condição física do primeiro e o elevado valor exigido pelo segundo – pelo menos 20 milhões de euros – deixam-nos em segundo plano.

Numa perspetiva mais futura estão Boris Radunovic, cedido pela Atalanta ao Salernitana, e Rok Vodisek, do Olimpija Ljubljana, são outros dos nomes considerados.