Formado no Dundee United, Ryan Gauld chegou a Portugal em 2014. E se o médio escocês permanecer no país após o verão estará elegível para ter a dupla nacionalidade.

Agora, com 22 anos, o jogador do Sporting encontra-se atualmente ao serviço do Desportivo das Aves por empréstimo. “Sinto que progredi bem desde que cheguei a Portugal”, começou por dizer em entrevista ao Daily Mail.

“Posso não ter tido o tempo de jogo de jogo suficiente, mas acredito que sou um jogador muito melhor, melhor por estar aqui do que ficar em casa (Escócia)”. O médio assinou pelo Sporting em 2014/15, sendo que esta época ao serviço do Aves contabiliza 21 jogos e um golo marcado.

“Eu sabia que isso não aconteceria imediatamente. Foi um contrato de seis anos, por isso é preciso ter bastante paciência. Sei que quanto mais batalhar, melhor jogador serei. Sinto-me um jogador melhor e uma pessoa mais madura”.

Sobre a dupla nacionalidade acrescentou: ” À margem de outra coisa qualquer posso ser útil quando a Grã-Bretanha deixar a União Europeia”. A estrela escocesa, que agora fala fluentemente português, tem imensa afeição pelo país e revelou o seu amor pelo café expresso. No entanto, o seu coração ainda pertence à Escócia.

“É o sonho de qualquer miúdo jogar pela seleção e sinto-me honrado em representar a Escócia desde os Sub-16 até agora. Eu amo estar aqui, falo a língua fluentemente e é engraçado que são as pequenas coisas que tu acabas por apreciar mais. Desenvolvi um amor pelo café expresso. Custa cerca de duas libras na Escócia, mas aqui custa cerca de 50 cêntimos”.

Ryan Gauld sente-se feliz no Aves e sem pressa para vingar no Sporting: “A minha motivação é pessoal. Eu quero ser um jogador melhor para mim mesmo, não para agradar a quem quer que seja”, rematou o médio.