A SAD do Sporting impediu a saída de Jovane Cabral no mercado de janeiro. O jovem extremo dos leões, de 20 anos, era bastante cobiçado na Turquia e os leões receberam propostas concretas.

Apesar de já não estar a ser utilizado com tanta regularidade, a verdade é que Frederico Varandas e a restante administração opuseram-se à sua transferência, mesmo por empréstimo, para continuarem a acompanhar a sua evolução em Alvalade.

Nesta altura, apesar de se treinar com a equipa principal, o extremo tem jogado nos sub-23, devido às poucas oportunidades concedidas por Marcel Keizer. Tal como acontece com Miguel Luís, o objetivo é dar minutos de jogo a Jovane Cabral, para quando surgir a oportunidade na formação principal estar preparado.

A SAD do Sporting acredita muito no valor do jovem jogador.