A época de Bruno Fernandes merece a todos os níveis, do ponto vista individual, a qualificação de notável. E os números falam por si só. O jogador dos leões tornou-se no médio mais concretizador do século, tendo em conta as principais Ligas europeias, com um registo de 28 golos em todas as competições, somando ainda 15 assistências.

Números que ajudam o Sporting a alcançar vitórias, nomeadamente finais [recordar que os leões se apuraram para a final da Taça de Portugal, na sequência dos dois golos que o médio marcou frente ao Benfica], mas, provavelmente, os números de Bruno Fernandes também vão permitir à SAD verde e branca alcançar um importante encaixe financeiro no final da época.

Segundo noticia o diário O Jogo, na edição em papel desta segunda-feira, os principais responsáveis leoninos já veem como uma inevitabilidade a saída de Bruno Fernandes, que apresenta uma cláusula de saída de 35 milhões de euros, e um vínculo laboral até 2023.

Recordar que o capitão do Sporting já foi associado a vários tubarões europeus, entre os quais o Atlético de Madrid, o AC Milan, a Juventus, o Chelsea e o Arsenal.