O Sporting enviou à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM) o Relatório e Contas relativos ao primeiro trimestre da época 2016/17, no qual anuncia resultados positivos de 62.932 milhões de euros.

Estes valores representam, segundo os leões, «o melhor resultado de sempre desde que foi constituída a sociedade anónima desportiva».

Resultados explicados pela participação na Liga dos Campeões (8.219 milhões de euros), pelo aumento dos direitos televisivos (2.436 milhões) e pelo aumento com receitas de bilheteira, 737 mil euros acima da época passada, mas principalmente pelas mais-valias (59.640 milhões de euros) relativas às vendas de João Mário e Slimani, receita que poderá representar um rendimento adicional mediante objetivos específicos.

«Em termos de Gastos Operacionais verificamos um aumento de 5.781 milhares de euros o que representa um aumento de 31%, mas que é compensado com um aumento da receita operacional sem transações de jogadores de cerca de 59%. De todos os gastos operacionais regista-se um aumento salarial no trimestre atingindo valores de cerca de 15.060 milhares de euros fruto do investimento nas equipas técnicas e nos jogadores profissionais de futebol. Este investimento é considerado pelo Conselho de Administração como vital e fundamental para a recuperação do posicionamento de liderança da Sporting SAD», lê-se no comunicado.