Na véspera do segundo dérbi com o Benfica em quatro dias, Abrantes Mendes, ex-candidato à presidência do Sporting, aponta a Taça de Portugal como “o único troféu por que resta” lutar aos leões nesta temporada.

Para trás ficou a conquista da taça da liga, sugerindo à direção liderada por Frederico Varandas que comece “a planear já a próxima época”, porque o campeonato e mesmo o segundo lugar “já não estão” ao alcance da equipa de Alvalade.

Depois da goleada consentida ao Benfica, Marcel Keizer, com 17 pontos em 30 possíveis, é já o segundo treinador da história do Sporting com pior registo em campeonatos. É necessário recuar ao ano da transição Godinho Lopes / Bruno de Carvalho, em que a equipa foi treinada por quatro nomes diferentes, para encontrar o belga Franky Vercauteren, que fez ainda pior, com apenas duas vitórias em onze jogos.

Para Abrantes Mendes a história repete-se e neste caso, sem estranheza, considerando que “o problema não está no treinador” mas sim em tudo que envolveu o inicio da época, e que esta é “uma temporada de reconstrução”, algo de que os sócios e adeptos não se podem esquecer.

Quarta-feira Marcel Keiser e os jogadores do Sporting têm a oportunidade para apagar a imagem deixada no dérbi do campeonato, no passado domingo.

Nesta entrevista a Bola Branca, Abrantes Mendes “pede um Sporting pragmático” e confia que, se assim for, a equipa pode sair da Luz com um resultado e com uma exibição “bem diferente” do que aconteceu no jogo para a liga portuguesa.
O Benfica-Sporting está agendado para as 20h45 desta quarta-feira