Praticamente afastado do título, sem Taças para disputar nem competições europeias, o Sporting já trabalha a todo o gás na preparação da próxima temporada, em que pretende lutar de forma acesa pelo campeonato nacional.

E, ao contrário da presente temporada, o defeso será marcado por contratações cirúrgicas para posições que, de acordo com o jornal O Jogo, já estão bem identificadas: um lateral-direito, um lateral-esquerdo, um médio e dois avançados.

As alas da defesa deverão, de resto, ser aquelas que mais mudanças irão sofrer. Na direita, Ricardo Esgaio deverá ser cedido, pelo que Ezequiel Schelotto ficará sem concorrência, ao passo que na esquerda, quer Jefferson, quer Marvin Zeegelaar são negociáveis.

No centro do terreno, a grande prioridade vai para um jogador que seja capaz de colmatar possíveis ausência do capitão Adrien.

Já na frente, o objetivo é contratar dois avançados de caraterísticas distintas: um jogador rápido e móvel e outro mais posicional, à imagem de Bas Dost, que, de resto, deverá permanecer em Alvalade.