O presidente do Sporting, Frederico Varandas, não cedeu às pretensões do Atlético Madrid, pelo que a transferência do extremo para o emblema espanhol vai mesmo acabar em tribunal, estando neste momento o departamento jurídico do emblema leonino a recolher toda a documentação para avançar com o processo.

Os leões estão decididos a fazer prevalecer os seus direitos e, nesse sentido, preparam-se para exigir aos colchoneros uma verba a rondar os 105 milhões de euros por Gelson Martins, montante que julgam adequado a receber enquanto indemnização.

Ontem registou-se uma última reunião entre as partes, que já conversavam, tendo em vista um acordo pacífico, há bastante tempo, e, dada a intransigência espanhola, Frederico Varandas bateu com a porta, entendendo que, a partir dali, novas conversas com os espanhóis só mesmo em tribunal.

Isto porque o Atlético Madrid há muito que não manifestava qualquer vontade em chegar a um acordo sem que houvesse necessidade de recorrer aos tribunais, uma vez que se limitava a apresentar a mesma verba pelo passe do jogador: 15 milhões de euros.

Um montante manifestamente insuficiente para chegar ao valor desejado pelo Sporting, que até estaria na disposição de fechar as negociações por uma verba entre os 30 e os 40 milhões de euros, ou seja, mais do dobro daquilo que o Atlético Madrid apresentou nas várias reuniões.