Aproxima-se a passos largos o momento da saída de Acuña, sobretudo agora que o Zenit se prepara para lançar o derradeiro ataque ao internacional argentino do Sporting.

O jogador, extremo de raiz mas que esta temporada tem alinhado como lateral-esquerdo, está a preparar as malas para rumar à Rússia, pois o emblema de São Petersburgo começou ontem a lançar as bases para a transferência.

A primeira proposta feita pelo atual líder da Liga russa chegou aos 20 milhões de euros, mas apenas €16 milhões eram fixos, com os restante €4 M de bónus por objetivos. O Sporting logo fez saber que pretende que a base fixa seja de €18 milhões, com €2 M por objetivos.

O tempo joga a favor de todas as partes. Porque na Rússia o mercado de inverno fecha apenas no dia 22 de fevereiro e não já na próxima quinta-feira, dia 31 de janeiro. Isso permitirá, ainda que seja do interesse russo fechar a operação o quanto antes, alguma margem de manobra e até os leões poderem contar com Acuña, pelo menos, no dérbi de domingo, com o Benfica – 17.30 horas, na 20.ª jornada do campeonato, no Estádio José Alvalade.